Risotto de Abóbora e Bacon

Quem não adora um bom risotto?! É comida de conforto por excelência! O nome dá a entender que é um prato complexo, requintado talvez mas… tal não podia estar mais longe da verdade!

Os ingredientes base são simples e acessíveis, o procedimento também… apenas é preciso colocar amor e paciência para mexer o risotto! Apenas isso… e o resultado será incrivelmente cremoso! Claro que podem fazer esta receita de risotto na Bimby ou similares, mas não vão ter o prazer de mexer o vosso risotto, enquanto bebem um copo de vinho (ou coca-cola) e ganham apetite para o que aí vem…

Já tinha partilhado a receita de Risotto de cogumelos, a minha favorita! Mas semana passada tinha muita abóbora para gastar, por isso decidi arriscar… abóbora e salva é uma combinação vencedora!

Continuar a ler

Risotto de Cogumelos

Os cogumelos são um fungo baixos em calorias, nutritivo e muito saboroso… um dos meus ingredientes favoritos, muito versátil! Há dias apeteceu-me um risotto de cogumelos e não conseguia parar de pensar nisso, só de pensar começava a ganhar água na boca… por isso hoje trago-vos um risotto bem generoso, com muitos cogumelos. Este risotto é muito simples de fazer e fica uma delícia! E se gostarem de queijo… quanto mais melhor… fica a dica.
 

Continuar a ler

Arroz Doce Cremoso

Lembro-me de ter uns 5 ou 6 anos e pedir à minha mãe para fazer arroz doce. É uma sobremesa que ela nem sequer gosta… e por isso não sabia muito bem como fazer, mas lá tentou a sua versão! E lembro-me que detestei. Por isso, sempre que me perguntam, respondo que não gosto de arroz doce, mas na realidade nem sei se posso dizer que provei (desculpa mãe!)… e quando vi a receita da Rita, uma receita de família, da avó dela, tive que experimentar.

Confesso que arroz doce até nem é nada mau! Não será a minha receita de Natal favorita, mas realmente esta versão é muito boa… o arroz fica muito cremoso e não é exageradamente doce. Se calhar é questão para dizer “primeiro estranha-se, depois entranha-se”.

Continuar a ler

Arroz de Pato

Arroz de pato… um prato bem português com pato e enchidos, vai ao forno até tostar e fica divinal… mas eu, pessoalmente gosto dele mais malandrinho, gosto dele ainda húmido e polvilhado com queijo ralado. Modernices! Mas são modernices bem saborosas e é a forma como mais gosto do meu arroz de pato. Quem não experimentou nem sabe o que está a perder… delicioso!

Continuar a ler

Arroz de Pescada à Algarvia

A pescada é um peixe fantástico, dos meus favoritos! Muito parecida com o bacalhau, porque com ela podemos confeccionar 1001 receitas… basta dar largas à imaginação ou até mesmo inspirarmos-nos nos velhos clássicos, nas receitas típicas da gastronomia portuguesa.
 
E foi precisamente isso que me conduziu a este arroz à algarvia… o peixe esse pode ser o da vossa preferência claro. O sabor estará lá com toda a certeza! E o importante mesmo é saborear… experimentem, vale a pena e só sujam um tacho… fantástico!

Continuar a ler

Paella do Mar Rústica

A paella deve ser, sem dúvida, um dos pratos mais famosos e apreciados da cozinha espanhola… são diversas as combinações de sabores que podemos utilizar numa paella, basta dar largas à imaginação. Desta vez saiu uma paella do mar na qual exagerei claramente na harissa… ficou muito picante (não se preocupem, já ajustei a quantidade que aparece nos ingredientes), bem caliente como diriam nuestros hermanos
 
Devem reparar que falta algo numa fotografia… pois bem, eu esqueci-me de colocar a salsa quando fotografei, apenas me lembrei dela quando foi servida, e podem encontrar uma fotografia “completa” no meu Instagram.
 
Se ainda não experimentaram paella… bem, nem sabem o que estão a perder! Recomendo vivamente, é um prato muito fácil de confeccionar, além de ser delicioso para a vista (sim, porque os olhos também comem… e muito!) e para o paladar.

Continuar a ler

Filetes Caseiros de Pescada com Risotto de Ervilhas

Filetes Caseiros de Pescada Pescanova utilizados nesta receita.

Ingredientes para 2/3 pessoas:

Preparação:
1. Num tacho leve ao lume a cebola finamente picada e um fio de azeite.
2. Deixe refogar bem, adicione o arroz e misture tudo e deixe cozinhar cerca de 2 a 3 minutos e adicione as ervilhas e tempere com sal a gosto.
3. Adicione um pouco de caldo de legumes e deixe o arroz absorvê-lo, adicionando caldo novamente apenas quando o arroz o tiver absorvido todo. Repita o procedimento até o arroz estar cozinhado.
4. Entretanto leve uma frigideira com óleo ao lume e frite os filetes de pescada cerca de 3 minutos de cada lado. Quando estiverem cozinhados coloque-os sobre papel absorvente.
5. Adicione pimenta ao arroz e retifique o sal. Sirva de imediato acompanhado com os filetes de pescada.

Dica: Para fazer o caldo de legumes eu retiro água da sopa antes de passar a varinha mágica para triturar os legumes; retiro cerca de 500 ml e adiciono outros 500 ml de água a ferver, tempero com um pouco de sal, adiciono o açafrão das Índias e misturo bem.

Argolas do Mar de Fricassé

Gosto bastante de Argolas do Mar, principalmente quando envoltas numa deliciosa camada crocante com um interior macio e suculento, a que se chamam Caprichos do Mar. Todavia convém variar e eu adoro ir em busca de novas receitas, utilizar novos produtos e novas formas de preparação.
Hoje trago-vos Argolas do Mar num molho maravilhoso… muito saboroso, cremoso, aveludado que combina na perfeição com o arroz aromático que as acompanha! Além de uma refeição saborosa e rápida de preparar, tem a vantagem deste produto tem 0% de gordura e ser uma fonte natural de proteínas.
Argolas do Mar Pescanova utilizadas nesta receita.

Ingredientes:

Preparação:

1. Num tacho coloque a cebola, a margarina, um fio de azeite e a folha de louro e deixe refogar.
2. Adicione o vinho branco e o tomate pelado e cortado em cubos. Tempere com sal e piri-piri de limão, deixando cozinhar cerca de 5 minutos.

3. Entretanto noutro tacho coloque água e sal e leve ao lume até ferver. Quando ferver adicione o arroz e vá mexendo de vez em quando.
4. Quando o molho de tomate estiver macio triture tudo com a varinha mágica e adicione as argolas do mar e deixe cozinhar alguns minutos.
5. Quando o arroz estiver cozido coe a água em excesso, passe-o por água fria, volte a coar e reserve.
6. Numa tigela misture a gemas com a mostarda e, quando as argolas do mar estiverem cozinhas, adicione já com o lume desligado, e mexa bem.

7. Retifique os temperos, adicione as natas e envolva bem. Polvilhe com salsa picada e sirva de imediato acompanhas com o arroz branco.

Salada de Arroz Vegetariana

Nos tempos que correm cada vez mais, por falta de tempo ou devido à crise económica, se recorre à moda das marmitas, seja para a escola ou para o trabalho. E também eu, várias vezes por semana, a utilizo principalmente porque ando sempre a correr, com uma montanha de coisas para fazer… e pouco tempo para almoçar e estar em filas intermináveis à espera!
E uma das minhas refeições de marmita favoritas é esta! Uma bela salada de arroz fria, cheia de legumes maravilhosos e frescos que, sinceramente, me enche as medidas e me satisfaz completamente.
Além de ser uma refeição deliciosa, super rápida e rápida, que se faz em 5 minutos literalmente, ela permite aproveitar as sobras que se acumulam no frigorífico, sendo por isso bastante económica (custo inferior a 1€) sem deixar de ser saudável, nem de estar repleta de nutrientes, proteínas e vitaminas essenciais.

Ingredientes:

Preparação:
1. Numa taça misture o arroz com o tomate e o pimento cortados em cubos e a cenoura ralada.
2. Tempere com molho de coentros e alho a gosto e misture bem. Adicione um ovo cozido cortado em pedaços e envolva ligeiramente.
3. Coloque a salada numa marmita e decore com o outro ovo cozido cortado em gomos. Reserve no frigorífico até levar para o emprego, escola, etc. Pode ser consumido frio ou à temperatura ambiente.
Nota – Pode usar sobras de arroz branco, arroz de ervilhas, cenoura, cogumelos, etc. Senão tiver sobras de arroz coloque um tacho com água ao lume, temperatura com sal, e coza arroz agulha ou basmati. Quanto estiver cozido passe-o por água fria, escorra e está pronto a utilizar.