Frittata (ou Tortilha) Italiana

Ando sempre em busca de receitas para puder aproveitar as claras que se acumulam cá em casa… e já existem várias receitas que eu adoro e que já partilhei no blogue como, por exemplo, Bolo Tigre, Mousse de Chocolate, Pavlova de Morangos, Marshmallows sem Açúcar, Charlotte de Chocolate, etc. Mas ultimamente tenho usado e abusado de uma receita que ainda não tinha partilhado… uma tortilha, feita com claras e ovos, que fica simplesmente maravilhosa!
 
Esta tortilha pode servir de base para várias refeições de marmita, porque se come muito bem quente ou fria, e podem aproveitar inúmeros ingredientes que tenham no frigorífico! Vários tipos de legumes (curgete, couve-coração, cenoura, milho, cogumelos, etc.), carnes (frango desfiado, carne picada, bacon, chouriço, etc.) ou peixes (delícias do mar, atum, etc.) e criar a vossa própria tortilha… ficará igualmente deliciosa e vai-vos permitir reduzir o desperdício certamente.
 
Sem dúvida uma das minhas receitas favoritas do momento, esta versão italiana fica fenomenal… de sabor fresco e intenso, macia e húmida, é a refeição perfeita para levar comigo para o trabalho. A melhor parte é que fica pronta num instante e podem comê-la quente ou fria!

Continuar a ler

Marshmallows sem Açúcar

No primeiro dia de Junho celebra-se o Dia Mundial da Criança… e o grupo Dia Um na Cozinha não podia deixar esta data passar em branco, tínhamos que comemorar de uma forma muito especial… desta feita com uma guloseima apreciada por miúdos e graúdos, a que ninguém diz que não… gomas!
 
Confesso que não sou grande apreciadora, nem o era em criança. Isto porque sou muito sensível à acidez e, infelizmente, a maioria das gomas são ácidas, por isso só conseguia comer (sem fazer caretas!) as gomas bem doces, que ainda hoje como de longe a longe. Mas, dentro desta categoria, devo dizer que adoro marshmallows… e por isso resolvi trazer hoje uma versão alternativa, marshmallows que vão puder dar às vossas crianças (e aos adultos também!) sem qualquer peso de consciência porque estes não contém açúcar!
 
Estes marshmallows são feitos à base de claras (permitindo aproveitar as claras congeladas, que vão sobrando de outras sobremesas) mas em vez de açúcar utilizei a goma xantana como agente espessante, e adicionei um pouco de stevia para adoçar. O açúcar em pó é opcional, e serve apenas para evitar que os nossos marshamallows sejam tão peganhentos por assim dizer… mas essa preocupação é vã, porque eles vão desaparecer em três tempos…

 

Quanto à gelatina, podem usar qualquer sabor da vossa preferência… eu optei pela amora, mas qualquer sabor ficará igualmente delicioso: mirtilos, frutos vermelhos, ananás, coca-cola, etc.

Continuar a ler

Paté de Requeijão, Tomilho e Tomates Secos

Tinha um requeijão no frigorífico a aproximar-se do fim do prazo de validade e, apesar de adorar requeijão com palitos de pepino e orégãos, apetecia-me algo especial… algo diferente do habitual, para quebrar a “rotina”. Gosto imenso daqueles queijos frescos com alho e ervas aromáticas, por isso decidi fazer a minha versão caseira, sem corantes ou conservantes, que ficou tão boa que eu não consegui controlar-me e tive que vir a correr partilhar convosco a receita!
 
Os ingredientes são muito simples e fáceis de encontrar… e, se quiserem experimentar este paté, não dispensem os tomates secos ao sol (que podem encontrar na mesma secção que os tomates enlatados e a polpa de tomate) porque fazem realmente a diferença!

 

Acreditem que o aspecto deste paté não lhe faz jus… ele é simplesmente delicioso, confecciona-se em menos de 5 minutos e desaparece num instante… enfim, é perfeito para almoços e jantares, ou até mesmo para um lanche mais descontraído. Foi assim que eles rapidamente desapareceram… ao lanche, enquanto via vídeos no Youtube e comia, comia, comia…

Continuar a ler

Sumo Detox de Maracujá, Kiwi e Espinafres

Acho que podemos dizer que os sumos detox são completamente na moda! E a verdade é que muitas pessoas já se renderam aos benefícios que estes sumos trazem ao nosso organismo… confesso que sou adepta destes sumos por serem nutritivos e deliciosos, mas não como substitutos de refeição. Por isso, costumo fazê-los apenas para acompanhar o pequeno-almoço, ou para um lanche mais tardio.
 
Faço várias experiências e combinações de sabores, frutas e legumes, e apenas trago ao blogue aqueles que mais gosto, que mais me surpreenderam! E este foi um deles, o sabor ficou fantástico, a combinação é sem dúvida vencedor e, precisamente por isso, não podia deixar de a partilhar convosco!

Continuar a ler

Salmão Assado com Molho de Mostarda e Queijo Gratinado

Adoro salmão… além de ser um peixe relativamente barato (e com poucas ou nenhumas espinhas, se optarem por lombos), faz muito bem à saúde (rico em omega 3), e pode ser confeccionado de mil e uma formas!
 
Depois de um fantástico Empadão de Salmão e Espinafres, decidi cozinhar este peixe no forno com uma cobertura meio improvisada com o que havia no frigorífico… e não é que ficou maravilhoso? Acompanhado com uma salada mista e puré de batata, é simplesmente divinal… e tão simples de preparar, tão rápido que ninguém vai acreditar!

Continuar a ler

Compota de Frutos Vermelhos sem Açúcar

Poucas coisas se comparam à sensação de conforto, de felicidade de fazer uma compota caseira… são feitas com as frutas mais doces, mais sumarentas e maduras, são mantidas debaixo de olho como filhos pequenos, são tratadas com cuidados, com amor… e são simplesmente deliciosas! E são tão simples de fazer que valem certamente a pena!

Mas costumam ter, por norma, quantidades absurdas de açúcar… não é o caso desta. Esta compota não será como as outras, não terá ponta de açúcar, mas sim stevia (apenas se forem muito gulosos, como eu!). A stevia é um adoçante natural sem calorias, e é cerca de 300 vezes mais doce do que o açúcar de cana, sendo por isso um excelente substituto!

O ideal será que no Verão aproveitem a fruta mais madura e congelem (morangos, amoras, mirtilos, etc), evitando assim o desperdício. Deste modo têm sempre a fruta mais doce e sumarenta para, ao longo do ano, preparem sumos, batidos, compotas, enfim! Todavia, senão tiverem essa oportunidade, podem usar frutos vermelhos congelados que, para mim, têm alguns inconvenientes: não são tão doces e são mais ácidos.

Continuar a ler

Ovos de Codorniz Marinados

Como é bom estar de volta! Durante as últimas semanas estive ausente devido a problemas com o computador, e também alguns problemas pessoais que me roubaram um pouco a vontade de cozinhar, escrever, etc. Mas é bom estar de volta! Voltar aos velhos hábitos e rotinas, voltar aos tachos e panelas, fazer algo de que realmente gostamos e que nos realiza…
 
Por vezes, com o dia-a-dia, acabamos por nos esquecer do que realmente importa, acabamos por esquecer que o importante é fazer aquilo que gostamos e que, sem isso, começamos a murchar, acabamos por cair num rotina obsessiva e opressiva, que nada mais do que nos desmotivar ainda mais. E eu adoro comer e adoro cozinhar, por isso era inevitável voltar a este cantinho que tantas alegrias me traz, que tanto me ensinou, que tão boas pessoas trouxe à minha vida… por tudo isso estou eternamente grata!

Continuar a ler

Bolo de Chocolate e Pêra

O fim do ano está quase ai… é importante fazer um balanço de tudo o que passou. Guardar os dias felizes, as boas recordações, os dias de sol e mar. Deixar para trás todos os dias tristes, cinzentos e caóticos. É hora de olharmos com atenção à nossa volta… ver tudo o que temos de bom na nossa vida, tudo aquilo que fomos conquistando, e orgulharmos disso, agradecermos por isso!
 
É hora de começar de novo, de respirar fundo e olhar em frente! Estabelecer novas metas, novos objectivos que nos apaixonem e ir à luta. Que este novo ano seja melhor que o anterior, e que os maus momentos nunca eclipsem os restantes!

Continuar a ler

Língua de Vaca Estufada com Legumes

Acho que, senão fosse o facto de o meu pai adorar língua e estar sempre a falar disso, nunca tinha provado, nunca a teria cozinhado sequer! Confesso que são tipos de carne que não me chamam a atenção, não me cativam muito… mas devo dizer que, língua de vaca estufada, acompanhada com legumes e puré de batata é uma delícia! A carne é tenra e saborosa e é sem dúvida um prato a repetir… quem diria?! O próximo passo é pensar em novas formas de cozinhar a língua…

Continuar a ler

Sopa de Castanhas

O frio veio para ficar… ainda o Inverno não se instalou oficialmente, e já as camas se agasalham de edredons polares e mantas quentinhas, pantufas e pijamas de pêlo… e de manhã o casaco torna-se mais que obrigatório! Sou uma criatura do Verão, do sol e do calor… mas confesso que adoro, quando o frio aperta, sair à rua bem quentinha de cachecol, luvas e gorro, protecções essenciais ao vento cortante da época.
 
Estes dias pedem, mais do que quaisquer outros, cremes e sopa quentes, acompanhadas de pão torrado, uma manta e uma lareira acesa, um sofá confortável… o meu pai adora castanhas, e fala muitas vezes em sopa de castanhas. Desta vez fiz-lhe uma panela cheia! Um belo creme fumegante, de sabor intenso e adocicado, para que aquecer o estômago e a alma nestes dias gélidos…

Continuar a ler