Bolo do Caco Tradicional

O bolo do caco é um pão tradicional madeirense, que faz as delícias de turistas e locais pelo seu sabor, pela sua textura… principalmente quando barrado com uma deliciosa manteiga de alho e ervas. Estive de férias na Madeira durante 1 semana e comi bolo do caco no forno quase todos os dias… não há como resistir!

Mas não, não precisas de ir até à Madeira (embora eu recomende a viagem!) para saborear uma boa receita de bolo do caco madeirense… podes fazer os teus pãezinhos em casa! Claro que não vai ser bem igual. Nenhum local me deu a receita, embora eu tenha tentado! Mas garanto-vos que quentinhos, acabados de cozer com aquela manteiga a derreter… vos vai saber pela vida!

Esta receita rende vários bolos do caco que, pode consumir de imediato, guardar para os dias seguintes ou pode até embalar e congelar! E depois, sempre que a vontade apertar, basta descongelar, aquecer no forno durante alguns minutos e deixar que a manteiga faça o resto!

Continuar a ler

Manteiga de Alho e Ervas Aromáticas

Quando estive na Madeira não houve dia em que não comesse bolo do caco com manteiga de alho e ervas como entrada… é algo tão simples, mas tão delicioso que não conseguia resistir! Sabia que, mal chegasse ao Porto, tinha que reproduzir esta maravilha, até porque queria também experimentar fazer bolo do caco em casa. E manteiga de alho e ervas a acompanhar é indispensável.

A manteiga de alho e ervas é uma receita muito rápida, que podem fazer como eu no Super Chef da Tupperware, num processador ou até mesmo na Bimby. E é também muito versátil! Eu usei salsa fresca picada, mas podem usar ervas frescas ou secas da vossa preferência, como por exemplo coentros, manjericão, orégãos… enfim, o céu é o limite! E podem ainda inovar e adicionar especiarias como pimentão doce, caril, pimenta de cayenne, cominhos, etc. e criar uma enorme diversidade de manteigas!

Continuar a ler

Pimentos Padrón

Quem não conhece ainda os pimentos padrón? Um petisco tipicamente espanhol (em terras de sua majestade usam até a expressão “pimientos de padrón, unos pican y otros no!“) que consiste em pequenos pimentos ao estilo roleta russa: uns são “normais”, outros picam e bem… super simples de preparar e deliciosos, são uma sugestão perfeita para “apimentar” o início de uma refeição. Gosto particularmente deles acompanhados de pão da aldeia torrado.
 
A receita é bem simples… e que comece a verdadeira roleta gastronómica! Podem comer os pimentos padrón assim simples, ou podem adicioná-los a outros pratos. Eu adoro nos ovos rotos, uma tapa típica espanhola, por exemplo.
 
Continuar a ler

Tábua de Queijos e Enchidos

Quem acompanha a Joana Roque de certeza já viu as incríveis tábuas de queijos, enchidos e afins que ela prepara semana sim, semana sim! Cada uma mais bonita que a outra… e usando essas tábuas como inspiração, abri o frigorífico e procurei queijos, enchidos e o que mais pudesse ter para produzir duas tábuas (na verdade uma tábua e um prato!) para um almoço de domingo em família… e cá estão elas! Ficam lindas na mesa, e são super fáceis de fazer claro, e os “ingredientes” que usam podem ser os mais variados…

Continuar a ler

Folhados de Salsicha e Cheddar

Adoro entradas… as entradas levam o meu coração! Elas e os jantares de tapas, porque é tão bom, mas tão bom provar um pouco de tudo não é verdade?! E de vez em quando, aos domingos, gosto de experimentar receitinhas novas, ideias que vão surgindo… e elas passam a ser as entradinhas de domingo!
 
Estes folhados, ao estilo hot dog folhado, foram uma ideia doida que me ocorreu… e ficaram deliciosos! O queijo cheddar é muito saboroso, não podiam ficar maus óbvio! E aquele queijo a escorrer é muito tentador não acham?!

Continuar a ler

Filetes de Pescada

Não há quem faça melhores filetes de pescada do que a minha mãe! É que nem adianta tentarem contestar isso, porque são mesmo muito bons! E, por norma, ela passa a receita a outras pessoas também (tudo a olho, mesmo receita de mãe!) e as pessoas queixam-se que “nunca ficam iguais!”. E eu entendo, mão de mãe é outra coisa… e a verdade é que estes filetes ficam muito suaves, delicados na boca, com um leve sabor a limão e pimenta. Comem-se um atrás do outro, viciantes de tão fofos que são!

A pescada que utilizamos é, desde sempre, a da marca Pescanova porque realmente são os melhores filetes de pescada que encontramos até agora no mercado. Já tentamos outras marcas e o resultado é completamente diferente. E podem até achar que um quilo é muito… mas acreditem em mim, não é!

Continuar a ler

Bolinhos/Pastéis de Bacalhau

Haverá algo mais português, mais tradicional do que um prato de bolinhos de bacalhau e uma cerveja gelada num dia de calor, ao fim da tarde?! Sim, tremoços também são uma ótima sugestão! Mas os bolinhos são caseiros, feitos com amor, carinho e muita paciência… e valem cada segundo gasto na sua confecção!
 
Os bolinhos de bacalhau de compra não são a mesma coisa… por norma têm mais batata do que bacalhau, não têm aquele “equilíbrio perfeito” de que tanto gostamos! Por isso mãos na massa, vamos fazer bolinhos caseiros!

Continuar a ler

Bruschetta de Cogumelos e Queijo de Cabra

Nunca fui uma pessoa muito certinha em relação ao pequeno-almoço… tomava apenas de vez em quando, nem sempre fazia as melhores opções e por aí vai… mas ultimamente tenho gostado de preparar e fotografar os meus pequenos-almoços (que coloco no Instagram), doces ou salgados, consoante a vontade, e tem sido muito bom! Tenho criado uma rotina saudável, e hoje quero partilhar convosco uma bruschetta que fiz, para aproveitar alguns cogumelos e um pedaço de queijo de cabra que estavam perdidos no frigorífico, e ficou muitoooo boa! Tinha que partilhar!

Continuar a ler